Escolha uma Página

injeção eletrônica

Reparo e Manutenção

Injeção eletrônica

O que você precisa saber sobre a injeção eletrônica do seu carro para mantê-la em pleno funcionamento.

A injeção eletrônica é um sistema de alimentação de combustível e gerenciamento eletrônico de um motor de um automóvel - motor a combustão.

Sua utilização em larga escala se deve à necessidade das industrias de automóveis reduzirem o índice de emissão de gases poluentes.

Principais componentes do sistema de injeção eletronica

Sonda Lambda: Funciona como um nariz eletrônico.

A sonda Lambda é um componente acoplado ao cano de escape do motor, no local onde atinge-se a temperatura necessária para garantir o pleno funcionamento do motor. A sonda Lambda está em contato com os gases de escape, na qual uma parte fica em constante exposição aos gases provenientes da combustão e outra parte fica em contato com o ar externo. Quando a quantidade de oxigênio não é a ideal em ambas as partes, automaticamente é gerada uma tensão que serve de sinal para a unidade de comando. Por meio deste sinal, a unidade de comando pode variar sua quantidade de combustível injetada. A sonda lambda requer muita atenção do mecânico, pois garante  que os gases de escape estejam sem contaminação. É um item de extrema importância na reposição.

Bomba elétrica

A bomba elétrica suga o conbustível do tanque. Fornece o combustível sob pressão a um tubo distribuidor onde estão fixadas as válvulas de injeção. Sua função é fornecer mais combustível do que o necessário, a fim de manter no sistema de combustível a pressão necessária para todos os regimes de funcionamento do motor. 

O excedente retorna ao tanque. A bomba elétrica de combustível é totalmente segura, pois, internamente não ocorre nenhuma mistura em condições de combustão. Este componente é isento de manutenção, devendo ser testado e substituído quando necessário. 

No sistema Motronic, a bomba de combustível pode ser montada dentro do tanque de combustível (bomba “ in tank”). 

Dependendo do veículo, pode também estar montada fora do tanque de combustível (bomba “in line”).

Unidade de comando

A unidade de comando determina a quantidade de combustível a ser injetada, com base nas informações que recebe dos outros componentes do sistema. A quantidade de combustível injetada é dosada de acordo com o tempo de abertura das válvulas de injeção. A unidade de comando, também é responsável por outros sinais de saída que influenciam diretamente o pleno funcionamento do sistema. Além disso, controla, o sistema de ignição eletrônica. A unidade de comando não apresenta desgaste, mas alguns cuidados são necessários:

  • não retirar ou colocar o conector da unidade de comando com o comutador de ignição ligado.
  • não desligar a bateria com o motor funcionando.
  • retirar a unidade de comando quando o veículo for colocado em estufa de secagem (temperatura acima de 80 °C)
  • ao efetuar reparos com solda elétrica no veículo, desligar o alternador, a unidade de comando e a bateria.

CONTATO

(11) 4127-1077

Localização

Rua General Osório, 186
São Bernardo do Campo - SP

Email

contato@inacios.com.br

Whatsapp

(11)99485-5872

Atendimento

Seg: 7h - 18h
Ter: 7h - 18h
Qua: 7h - 18h
Qui: 7h - 18h
Sex: 7h - 18h
Sáb: 7h - 12h
Dom: Fechado

DEIXE A SUA MENSAGEM